Home A Casa do Caminho Notícias

Notícias

Almanaque Espírita (web série)

Produzida pela Comunidade Espírita “A Casa do Caminho”, esta web série resgata todo o manancial histórico da Doutrina Espírita, ao apresentar fatos e personalidades que marcaram o surgimento e divulgação do Espiritismo, a partir do grandioso trabalho de Allan Kardec.

Episódio 01: André Luiz (espírito) e seus Livros

Neste episódio, apresentamos um pouco do magnífico trabalho literário de André Luiz (espírito), que através da mediunidade do grande espírita Francisco Cândido Xavier, apresentou um riquíssimo detalhamento da vida no plano espiritual e sua relação com o mundo dos encarnados, “estabelecendo um novo patamar de compreensão da vida espiritual”, como asseverou José Herculano Pires.

Episódio 02: Léon Denis e sua obra

Neste episódio, apresentamos um pouco do legado do grande espírita Léon Denis. Contemporâneo de Allan Kardec, Denis foi um grande escritor espírita e, após o desencarne de Allan Kardec, foi um dos principais divulgadores do espiritismo, ao lado de Gabriel Delanne, Camille Flammarion e Amélie Gabrielle Boudet, esposa de Kardec. Fez conferências por toda a Europa e coordenou congressos internacionais espíritas, defendendo ativamente a ideia da sobrevivência da alma e suas consequências no campo da moral nas relações humanas. É conhecido como sendo o “apóstolo do Espiritismo”, dadas as suas qualidades morais e por ser grande estudioso e divulgador do Espiritismo.

Episódio 03: Anália Franco e seu legado espírita na Educação

Neste episódio, apresentamos um pouco do magnífico trabalho da “dama da educação brasileira”, como ficou conhecida Anália Franco, que através de seu trabalho verdadeiramente espírita, deixou magnífico legado no campo da filantropia, do acolhimento aos órfãos e às mulheres menos favorecidas, oferecendo-lhes perspectiva de vida digna através da educação e da formação profissional.

Episódio 04: O Poeta Fernando Pessoa e sua Mediunidade

Neste episódio, exibimos uma interessante carta de Fernando Pessoa, grande poeta português, na qual ele reconhece sua mediunidade e sua relação com o Espiritismo.

Episódio 05: Sir William Crookes e a Materialização de Espíritos

Neste episódio, exibimos o legado do reconhecido cientista britânico William Crookes e suas pesquisas no campo do fenômeno da materialização de espíritos. Crookes fez descobertas importantes, uma delas começou quando estudava o espectro de minerais (freqüência natural de radiação) e detectou uma linha verde que nunca tinha sido notada. Ele acabava de descobrir a existência de um novo elemento químico, e o batizou de Tálio. Esse cientista possuía o dom não só de descobrir, mas de inventar, ele criou o Radiômetro: um aparelho que mede a intensidade das radiações dos elementos químicos, com essa invenção é possível analisar melhor as propriedades físicas e químicas das diferentes substâncias. Também desenvolveu os tubos de Crookes, investigando os raios catódicos, e criou um dos primeiros instrumentos para estudar a radioatividade nuclear, o assim chamado Espintariscópio. William Crookes foi um dos mais persistentes e corajosos pesquisadores dos fenômenos mediúnicos, como a materialização de espíritos e a levitação.

Episódio 06: Monteiro Lobato e o Espiritismo

Neste episódio, exibimos a história do escritor Monteiro Lobato com a Doutrina Espírita, descrito no livro “Monteiro Lobato e o Espiritismo”. O aspecto é pouco conhecido na vida de Lobato, e mesmo as biografias não se detêm nele. Contudo, na década de 40 o escritor incursionou pelos caminhos do espiritismo. O interesse surgiu após a morte dos filhos Guilherme e Edgard, ambos por tuberculose, respectivamente em 1938 e 1943. Abalado, Lobato passou a promover experiências mediúnicas, da qual participavam sua esposa e alguns amigos da família. S Lobato detalhou as experiências em “atas”, e 49 desses documentos foram compilados e publicados por Maria José Sette Ribas.

Episódio 07: a Mediunidade de Eusápia Paladino e a Ciência

Neste episódio, recordamos a impressionante mediunidade de Eusápia Paladino, que foi objeto de diversas pesquisas científicas. A sua mediunidade surgiu no ano de 1868, quando tinha apenas 14 anos de idade. Dali por diante o seu trabalho no campo das pesquisas psíquicas foram de tal relevância, que se pode dizer ter sido uma das maiores médiuns do mundo.Quando eclodiu a sua mediunidade, ela era órfã de pai e mãe, e seus parentes pretendiam enviá-la para um convento, entretanto, a sua apresentação no mundo científico somente foi consumada em 1888, quando o professor Chiaia convidou Cesare Lombroso para examiná-la, o que somente se verificou no ano de 1891. Os fenômenos físicos produzidos por meio dessa notável médium foram de vários matizes: movimento de objetos, levitação de mesas e dela própria, aparição de luzes, materializações, execução de trechos musicais sem contacto humano, por meio de vários instrumentos e outros. Os inúmeros cientistas que fizeram pesquisas por seu intermédio, em centenas de sessões, eram detratores do Espiritismo, e objetivavam tão-somente demonstrar possíveis fraudes. No entanto, a grande maioria desses cientistas foi convencida do contrário. Diante dos fenômenos propiciados por meio de Eusápia, desfilaram sábios de renome, tais como: Schiaparelli, Gerosa, Ermancora, Aksakof, Carl Du Prel, Charles Richet, Oliver Lodge, Fredrich Myers, Ochorowicz, Sigdwick, Richard Hodgson, Albert de Rochas, Camille Flammarion, Carlos Rochi, Vitoriano Sardou, Júlio Claretio, Adolfo Bisson, Gabriel Delanne, Fontenay, Ernesto Bozzano, os professores Porro, MorseUi e Massales, além de muitos outros.

7 de abril de 2021 por: A Casa do Caminho